12 de agosto de 2010

Nossa 5ª história


Desde os 18 anos eu tentava engravidar e nada, eu ñ evitava pois sempre quiz ter uns 3 filhos, com 20 anos fiquei grávida, eu nem acreditava,mas eu estava gravida sim, meu filho nasceu no dia 21 de fevereiro de 1992, que menino lindo era o meu Thomaz,mesmo com ele ainda bb eu ñ evitava e ñ ficava grávida, o tempo passou e nada de uma nova gravidez, e eu ñ sabia o q tava acontecendo, o tinha de errado? Fazia exames e + exames e nada, tive uma gravidez psicologica em 2001, levei essa ilusão ate o sexto mes, na minha cabeça eu tava grávida, sentia tudo q uma gravida sente, minha medica tentava me fazer ver a realidade (apesar da barriga de 6 meses, eu ñ tava gravida), dai em 2003 ela me encaminhou p um especialista em infertilidade, meu anjo, pois é assim q o chamo,Dr Joselio, fiz todos os exames, hormonio, histerosalpingofrafia, tudo, acho q é um dos tratamentos + dolorido q tem, ai veio a palavra q eu ñ qria ouvir, meu medico disse acho q ouve algum erro no parto pois tudo indica q vc tem laquiadura, fui no outro mundo e voltei, ai partimos p fazer a VIDEOLAPAROSCOPIA p ter certeza,senti mto medo, fiz a video meu medico assim q acordei ele veio ate mim e disse, Alessandra vc tem endometriose de 4° grau, sua trompa esquerda esta perdida,desobstrui a direita mas as chances de uma nova gravidez e minima, pois tinha mta aderencia, no útero trompas ovarios e parte do intestino, ai veio a depresão, tirava forças no meu filho p continuar viva, meu casamento acabou, me separei, culpava deus a todo tempo e perguntava pq isso comigo, agora em 2009 chamei meu medico e disse , Dr Joselio nada de ficar gravida, ai ele pediu todos os exames novamente, minha irmã trabalha na maternidade onde ele atende, primeiro exame ultrassom trans vaginal, apareceu um mioma de 4 cm por 2 de diametro, mas meu utero tava aumentado e deformado, (e eu tinha mtas dores menstruação inrregular, colicas fortes) Dr Humberto resolveu passar a laminna na barriga, o susto era um mioma enorme de 11 cm por 9 de diametro,e outro do lado de fora do útero de 8 cm por 6 de diametro, o sonho acabou ali, ñ tinha como tirar so os miomas sem tirar o útero, conversei com meu medico e ele me explicou como seria pois ate então eu ñ qria tirar meu útero, ñ teve jeito no dia 11 de maio de 2010 internei p fazer uma cesaria q seria a ultima da minha vida, isso ñ faz mto tempo né? Ainda sinto essa agresão, tudo pq eu nem sabia o q era endomedriose, ela foi a causa de tudo, e Essa é a verdade , há até mesmo no meio médico pouco treinamento para ser realizado diagnóstico precoce. Muitas pacientes já fazem diagnóstico tardiamente , até mesmo por haver uma cultura errada que sentir cólica é natural . Não podemos também deixar de pensar que o comportamento agressivo é encontrado em muitos casos , e a doença infiltra beixiga , intestino e como em meu caso, eu tive que retirar útero, trompas, e fora o emocional mto abalado ! eu ainda vou adotar outro filhos q vou amar como se fossem meus....
Bjos amiga...


Alessandra, que difícil tudo isso que você está passando.
Mas tenta não ficar triste, pensa sempre no lado bom das coisas.
Você diferente de mim, e de todas as outras q mandou sua história, tirando Meire que adotou o Matheus que é a cara dela, você teve seu filho.
Sei que você queria ter mais e ainda pode.
Tem tantas crianças precisando de um lar, de uma família, de amor... Tudo o que você tem de sobra pra dar.
E como você já me disse que quer adotar, é a melhor coisa que você faz.
Deus vai por uma criança linda no seu caminho que vai mudar sua vida, você vai ver.
Estamos aqui para o que precisar, torcendo por você.

Obrigada por dividir sua história com a gente.
Beijo grande e tenta ficar bem tá?
Se cuida e que Deus te bençoe.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

.A.T.E.N.Ç.Ã.O.
Por favor, vc que não tem blog, deixe seu email no comentário também.
E seu nome.
Porque eu não consigo vê e responder vcs depois.
Obrigada!
Nina