1 de outubro de 2010

Nossa 6ª história.

Olá... Enfim consegui uma história pra dividir com vocês.
Como nem sempre tudo são flores, se preparem, por que é de sofrer junto.


Olá, meu nome é Ana Paula tenho 21 anos,
vim aqui contar minha história para vocês.
No final de 2008 engravidei, na hora que eu soube que eu estava grávida foi um choque, estava alegre e nervosa ao mesmo tempo, pois eu namorava a 10 meses só, amava meu namorado, mais não queríamos filho aquele tempo, eu estudava e tal...
Contei para minha mãe ela gostou e me apoiou, fiquei mais tranquila, depois liguei para o pai da criança ele ficou preocupado e ao mesmo tempo feliz, porque nós dois adoramos crianças e íamos ter o nosso filho. Era um meninão.
Meu pai começou a desconfiar, até que eu não aguentei mais, eu já estava grávida de 3 meses e falei para ele, ele chorou, ficou estranho com agente no começo, mais depois foi de boa.
Meu irmão quando soube falou um monte me xingou de tudo, mais no começo é assim mesmo depois  ficaram um mar de rosas rs...
Quando eu soube que era menino fiquei feliz meu namorado na época, porque hoje é marido, adorou e escolhemos Kaique.
Meu pré natal dava tudo bem, o bebe estava bem, crescendo, se desenvolvendo normal, engordando, tudo direitinho.
Quando estava com 6 meses, resolvi colocar Leonardo Pierro, e ficamos todos ansiosos com a chegada do nosso primeiro filho.
Quando completei 34 semanas, senti uma dor forte nas costas, e fui no hospital, chegando lá não ouvimos o coração do bebe, ai pediram uma ultrassom. O médico fez uma cara, ai eu imaginei o que tinha acontecido.
Fiquei em estado de choque, chorando muito, gritava: “EU QUERO MEU FILHO”
Minha mãe estava comigo, e depois chegou meu pai, foi muito triste, pois eu já estava 8 meses.
E esperar todo esse tempo, senti meu filho se mexendo quando eu falava, passava a mão na barriga, fiz chá de bebe, meu marido fez chá bar, tinha tudo meu filhote graças a Deus.
Fiquei internada, dia 21 uma quinta feira e meu filho já avia falecido um dia antes, mais eu não percebi nada, eu fiquei internada tomando medicação na veia para dilatar meu útero para o bebe sair, quando foi sábado senti toda aquela dor da contração, subi para a sala de parto as 14 h e o bebe foi nascer 18:30.
Foi uma dor que só Jesus!!!
Nunca mais quero passar esse sofrimento, de ter um bebe morto e senti muita dor sabendo que meu filho não estava mais vivo, quando ele nasceu pedi para que me mostrasse pois 8 meses na expectativa e ansiedade de ver ele. Me mostraram, gordinho, lindo, cabeludo, parecia comigo, todos que viram me falaram isso, ele nasceu dia 23/05/2009 as 18:30 2,600 kg e 45 cm, peso e tamanho normal...
Na segunda foi o enterro e terça era meu aniversário.
Imaginem que aniversário que eu tive ;/
Fiquei mal, deprimida, eu não comia, só chorava, foi muito difícil, mais depois de 1 mês, já estava com a vida “normal”,.
Entendendo que nada que Deus faz é para o nosso mal, não entendemos na hora por causa da dor, só mais para frente.
Me casei dia 18/07/2009 no cartório, como havia combinado com meu namorado, depois que o bebe nascesse nós iríamos nos casar, e continuamos com esses planos...
Eu queria mesmo assim muito um filho(a), a Dra disse que meu organismo estava tudo ok, que eu poderia engravidar depois de 6 meses.
Quando foi em agosto resolvemos correr atrás do casamento no religioso, para casar dia 23 de janeiro, corremos atrás de tudo.
No fim de dezembro, fui na ginecologista do Hospital são Luiz, procurei passar com um dos melhores médicos, depois de Deus claro, fiz exames e deu tudo bem, ai ela me falou que eu já podia ir tentando engravidar, quando fosse no meu período fértil.
Então tentávamos todos os dias, pois queríamos muito um bebe.
Quando foi dia 01/02/2010 não desceu, ai eu fui na Dra, ela me examinou e disse que meu útero estava molhado, que provavelmente eu estaria grávida.
Ficamos muito felizes, depois de uma semana fiz o exame de sangue e deu positivo, foi uma alegria pra família toda, os meses foram passando e a ansiedade de saber o sexo só almentava, pois eu tinha tudo de menino mais para mim o que viesse estava ótimo, eu fazia ultrassons e não dava para ver, fiquei 4 meses na curiosidade só, quando completei o 5 meses, fiz ultrassom e deu para ver o sexo, era uma menina, fiquei muito feliz, e já penssando no nome, todos ficaram felizes na família.
Tenho tudo de menino, será que dá pra aproveitar alguma coisa? Mais eu vou comprar tudo rosa e roxo... rsrs
os meses foram se passando e tudo que eu via eu comprava rsrs
Depois eu soube que a ex do meu primo estava grávida de 3 meses e eu já estava com 6 meses e o bebe dela era um menino.
Quando eu perdi o meu menino ela perdeu uma menina 1 mês depois.
Então trocamos as roupinhas, eu dei pra ela o q eu tinha de menino e ela me deu de menina.

Fui na Dra ela pediu muitos exames de sangue, ai eu fiz todos, e levei para ela, deu ok. Só um que é do CMV (citomegalovírus) que deu reagente ai a Dra pediu para eu repetir o exame, eu fiquei preocupada, fiz deu negativo, ela disse que eu tinha pego esse vírus no ar, só que não estava mais com ele, esse vírus causa uma gripe forte na gravidez, e fiquei com essa gripe forte depois que eu tomei a vacina contra gripe H1N1, fiquei mal, depois que tomei essa vacina.
Ela pediu um ultrassom eu fiz, começou a dar alterações, falando que a neném estava pequena, que os pesinhos estavam meio tortinhos, fiquei muito preocupada, e a Dra me disse que isso seria do vírus, uma infecção, pediu um exame que coleta o liquido amniótico da bolsa para saber se tinha passado pra bebe, se estava no liquido, certeza que tinha passado para a bebe.
Eu fiz o exame e uma semana depois fui em uma consulta no hospital e ele pediu um ultrassom, e deu que a neném estava em sofrimento dentro do meu ventre, fiquei preocupadíssima, chorando, quando ele me disse que tinha que fazer uma cesariana as preças, eu fiquei preocupada, eu só estava com 32 semanas, 7 meses e meio, minha filha vai nascer prematura e pequena, mais não tinha oultra opção, tinha que tirar ela viva do meu ventre, dia 12/07/2010 nasceu minha filha Sophia Victoria as 18:43 com 1,275kg e 35 cm, pequena mais muito esperta, quando ela nasceu, ela nem chorou porque estava roxinha com falta de ar, os médicos me mostraram ela, ela estava fazendo um barulinho fofo, e com os olhinhos bem abertos, levaram ela para UTI as pressas, quando foi no outro dia, fui vê-la na UTI, muito linda, branquinha, pequena, magrinha, loirinha, cabeluda e bem peluda, a cara do pai,
A família ia nos visitar, todos felizes, mais sabendo que ela corria risco por ser prematura e está com essa infecção, ela tinha mesmo os pesinhos tortos, mais nada que a botinha ortopédica não ajudasse a ficar normal depois.
Eu ia todos os dias na UTI tira o leite e deixa em uma mamadeirinha, para eles darem para ela, todas as manhãs eu ficava com ela, fazia carinho, conversava, falava que eu a amava muito, passava com a psicóloga do hospital, porque eu chorava muito, a Sophia ficava tomando soro, vitaminas e antibióticos, todo dia era uma furadinha, não aguentava ver aquilo, se bem que ela não chorava, ela me olhava, conversava do jeitinho dela, resmungava só, linda minha filha.
Essas são as recordações que eu tenho dela, ela viveu 12 dias, na sexta dia 23/07 fui visitá-la de manhã, e a vi respirando por ajuda de aparelho de oxigênio, aquilo doeu ainda mais meu coração, porque ela estava bem, respirando sozinha antes, os médicos me diziam que ela estava melhor do que eles esperavam, ela era esperta se mexia muito,  muito linda mesmo minha neném, quando eu a vi daquele jeito com as mãosinhos roxinhas com os olhos abertos sem vida sabe? Com a boca aberta com aquele aparelho, eu falei: “ Deus se for para minha filha sofrer desse jeito que o senhor leve ela”
Chorei muito quando a vi naquele estado tão pequena e tão guerreira, cheguei em casa mal comia penssando nela, quando foi 20:40 os medicos me ligam e me chamaram lá, eles nunca me ligaram a noite, ai eu já imaginei e já fui chorando no caminho, chegando lá a Dra só confirmou, fomos ver a neném, a vimos morta, choramos muito e avisamos familiares e amigos, alguns correram para o hospital naquele dia mesmo, minha mãe chegou lá trouxe um macacãozinho para vestir ela.
Depois eu fiquei como si eu estivesse nas nuvens, confortada e conformada, Deus que estava me dando esse apoio e cuidando de mim, me dando força.
Naquele momento decidimos pela adoção.
O que me conformou foi o fato de saber que pelo menos, minha filha esta em um lugar bem melhor, com Deus e o irmãozinho, em paz, sem dor, sem sofrimento, e que si ela estivesse aqui sofreria mais e não só ela mais todos, pois ela seria uma criança com problemas, isso me conforta.
Da saudades, queria ela comigo, mais Deus faz tudo para o nosso bem, e ele quis um casal de anjinhos meus lá com ele, isso que falamos para as pessoas.
Hoje estamos no processo de adoção, esta tudo caminhando bem, graças a Deus,logo logo estaremos com a nossa nenenzinha, quero uma menina, rescem nascida ou até 3 meses, pois tenho tudo da menina ainda, e vou dar todo amor e carinho que não pude aos meus filhos.
Meu marido e eu somos novos e passamos por tantas aprovações, experiências nessa vida, que só Deus mesmo.
Estou com 21 anos e ele com 22 anos, e graças a Deus muito felizes e conformados, sabendo que só foi feito o melhor a nós.
Somos religiosos, isso nos traz a paz e nos faz entender tudo da melhor forma, daqui mais alguns iremos tentar mais uma vez ter nosso filho biológico.
Então gente essa é minha história, meu testemunho de vida.
Beijos Ana.

Essa é a Ana

E essa a Sophia Victoria.
Ela não tem foto do 1º bebe pois ele não nasceu com vida. 

Ai qto sofrimento meu Deus.
Você é muito forte Ana, e tem muita fé, q é o mais importante.
Sofri com vc lendo sua história.
É como você disse: Deus queria um casal de anjos ao lado dele.
E em breve você vai estar com sua filhinha nos braços e vai nos mandar fotos da sua família completa que é abençoada por Deus e por 2 anjos lindos que você fez pra Deus.
E em breve vai conseguir engravidar novamente e terá um bebê lindo cheio de saúde pra completar a felicidade de vocês.
E vamos aguardar fotos da sua filha tá bom?

Beijão e muito obrigada por dividir com a gente sua história.
Imagino que não tenha sido fácil ter que escrever tudo isso.

Que Deus continue te abençoando.



19 comentários:

  1. Ana estou surpresa com sua força, só Deus mesmo pra te confortar, mas em breve vc estará com sua filhinha nos braços.

    Beijão e continue com essa Fé que vc tem!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. O que é seeu está guardado Amiga, mesmo já conhecendo sua história, li e me emocionei muito com as suas palavras. Você é guerreira e Deus reservou o melhor pra você. Te amo amiga!

    ResponderExcluir
  3. Nossa!!! Que impressionante!!! Que historia emocionante, eu chorei lendo isto!!!
    Deus vai abençoa-la e recompensa-la por todas essa provações de fé!!!! Deus ira te dar um filho do seu ventre! Em nome de Jesus!!!
    Amém! Deus te abençoe Ana Paula

    ResponderExcluir
  4. Ana confesso que não imaginava que vc. teria tanta força para continuar a lutar depois de tanto sofrimento, acompanhei sua dor e chorei demais e o que me confortava era ver a sua força, sua fé...
    Vc. que deu força para família, sendo um exemplo de vida, de fé, e de mãe tb.
    Seus anjinhos estão olhando por vc. e sabem que são muito amados.
    Logo Deus irá abençoa-la com seu presente aqui na terra e tenho certeza que te fará muito feliz!

    ResponderExcluir
  5. Querida Ana,estou emocionada com sua historia de vida,apesar de triste ,muito linda,um exemplo de vida para muitas pessoas.Continue nessa fé ,com essa força,que logo nosso Paizinho amado te abençoa com seu bebêzinho.
    Que Deus abençoe grandemente sua vida e sua linda família.Um sopro de amor em seu coração.
    Amiga Cris

    ResponderExcluir
  6. Sou o marido da Ana,isso que passamos é só uma aprovação e Deus testando nossa fé,ele sabe de todas as coisas,meus filhos estão na glória,e felizes melhor do que nesse mundo com pessoas doidas,creio que teremos nosso filho biológico logo mais,Deus vai nos consede essa benção,e agora teremos nossa filhinha em nome de Jesus,só Deus para nós conforma,pois estamos muito bem,não sofremos por duas perdas,Deus tira mais conforta...Ana te amo mto moh,filhos o papai ama muito voces meus anjos lindos,o menino a cara da mãe,a menina a minha cara,não esqueceremos de voces nunca,jamais,dos chutes,das noites que voces não deixava a mamãe durmi,dos enjous,das dores na barriga e nas costas,e quando eu passava a mão na barriga,e voces sabiam que era eu,e chutavam,lindos anjos que agora são de Deus.

    ResponderExcluir
  7. - Amiga, eu acompanhei de 'perto' tudo o que aconteceu na sua vidinha, e orei e continuo orando MUITO por vc.. poque pra mim, vc é uma vencedora, poucos teriam a força que vc teve..e tem até hoje! como eu te disse, Deus sabe de todas as coisas, e não cai uma folha de uma árvore sem que Deus permita, então continue com toda essa força, porque só Ele sabe o que é o melhor pra ti ! AMOO e louvo a Deus pela sua vida, estou na torcida pra chegar esse pimpolhinho adotado.. e mais ainda, pra ver o rostinho do seu bebe biológico ! amiga..continue na presença do Senhor, que ele enxugará todas as suas lágrimas, e curará todas as feridas do seu coração..William, obrigada por cuidar e amar tanto assim a minha amiga, vcs fazem um casal lindo..e abençoados..fiquem na Paz.. amiga jamais se esqueça do QUANTO EU TE AMOOOOO ! beijoos..Rah !

    ResponderExcluir
  8. Oi Nina... cheguei ao seu blog através do Blog da Lua... a História da Ana é muito triste sim... e nos leva a uma reflexão profunda de nossos problemas, será que eles são tão grandes assim???... as vezes esquecemos que que existem situações bem piores do que a nossa no mundo... mas mesmo na turbulência não devemos esquecer que sempre existirá um Deus de amor nos consolando e que Ele nunca dará uma cruz maior que nossas forças!!! Obrigada por compartilhar esta história... sem dúvida me foi uma grande lição!!!

    Vou me juntar ao seu cantinho... sonhamos o mesmo sonho... você no "Sonho de Ser Mãe" e eu no "Mamys Dream"... Amiga os dois traduzem o mesmo sentimento... não importa a língua... com certeza estamos no mesmo barco... vamos juntar nossas experiências e compartilhar de nossas história para em breve podermos compartilhar a realização do milagre de Deus em nossas vidas!!!

    Beijos no coração!!!
    Janaina - http://mamysdream.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. É ANA..CADA UM COM SUA CRUZ..UMAS PESADINHAS OUTRAS MAIS LEVES..É A VIDA...MAS SEI QUE VC É GUERREIRA E VAI CONSEGUIR SUA ANJINHA DO LADINHO SEU ...SE CUIDE TÁ !!!FIQUE COM DEUS !!!
    QUERIDINHA NINA!!!!
    ADOREI E DIVIDO COM VC !!!!
    APESAR DE VIVERMOS JUNTO A MUITAS VIOLÊNCIAS, SABEMOS QUE HAVERÁ
    SEMPRE ESPAÇO PARA O AMOR ,CARINHO E RESPEITO PELO PRÓXIMO!!!!
    E QUE TEMOS MUITAS COISAS BELAS QUE NOS RODEIAM E ASSIM ACREDITAR NA FELICIDADES E NO AMOR....
    MUITA PAZ ALEGRIAS E MUITO AMOR PARA VCS..FELIZ SEMANINHA!!!!
    BEIJOKINHAS !!!!

    ResponderExcluir
  10. Minha filha é guerreira são poucas pessoas que nem ela que tem essa força,eu sofri junto nas duas gestação,agora Deus esta consagrando uma benção a nós,a Manuella,vamos pegar bem nenensinha e dar todo amor e de tudo para ela,oque a Sophia e o Léo não teve ela terá,e sei que meus netos estão melhor do que nós,Deus sabe de todas as coisas,nada é por maldade beijo filha a mãe te ama

    ResponderExcluir
  11. Aninha,
    sua história é mto emocionante,talves antes de ser mãe ela não me tocaria da forma que tocou.Só que carrega um filho pode saber o que essas perdas significaram.
    Como ja falaram vc é uma guerreira e é incrivel a sua fé.
    Torço mil vezes por voces, que a manu venha o mais rapido possivel para enfim realizar seu sonho de mãe se assim for avontade de Deus.

    ResponderExcluir
  12. Oi gentem sou eu de novo,vim postal dois texto lindos.. para meus anjinhos s2

    Cada vez que choramos por um anjo nosso ele não
    conseguirá voar.
    Por isso vamos sorrir e lembrar de cada sorriso,
    de cada carinho. para que esse anjo voe..... voe para
    nos confortar por sua ausência. Sophia e Leonardo mamãe ama voces demais s2

    A morte não é tudo. Não é o final. Eu apenas passei para a sala seguinte. Nada aconteceu. Tudo permanece exatamente como foi. Eu sou eu, você é você, e a antiga vida que vivemos tão maravilhosamente juntos permanece intocada, imutável. O que quer que tenhamos sido um para o outro, ainda somos. Chame-me pelo antigo apelido familiar. Fale de mim da maneira que sempre fez. Não mude o tom. Não use nenhum ar solene ou de dor. Ria como sempre fizemos das piadas que desfrutamos juntos. Brinque, sorria, pense em mim, reze por mim. Deixe que o meu nome seja uma palavra comum em casa, como foi. Faça com que seja falado sem esforço, sem fantasma ou sombra. A vida continua a ter o significado que sempre teve. Existe uma continuidade absoluta e inquebrável. O que é esta morte senão um acidente desprezível? Porque ficarei esquecido se estiver fora do alcance da visão? Estou simplesmente à sua espera, como num intervalo, bem próximo, na outra esquina. Está tudo bem!”

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu não existo sem vocês..


    Eu sei e vocês sabe, já que a vida quis assim
    Que nada nesse mundo levará vocês de mim
    Eu sei e vocês sabem que a distância não existe
    Que todo grande amor
    Só é bem grande se for triste
    Por isso, meu amor
    Não tenha medo de sofrer
    Que todos os caminhos
    Me encaminham pra você

    Assim como o oceano
    Só é belo com luar
    Assim como a canção
    Só tem razão se se cantar
    Assim como uma nuvem
    Só acontece se chover
    Assim como o poeta
    Só é grande se sofrer
    Assim como viver
    Sem ter amor não é viver
    Não há você sem mim
    E eu não existo s2

    ResponderExcluir
  14. Olá meninas,obg para todas que se comoveram com a minha história e deixaram comentários,agradeço a Deus pelas amizades que eu tenho,obg a minhas amigas que comentarão,esteve presente e acompanhou minhas duas gestações...

    tem pessoas aqui que tentam engravidar,querem ser mamães,ou no meu caso ve sua filha,seu filho só que não cria,porque tiveram problemas na gestação,não problema meu e do meu marido,mais foi uma infecção e o dr me falou que não é problema genético,pode se o sangue que não é compativel,na minha próxima gestação irei tomar uma injeção antes de engravidar para o sangue do meu esposo ser compativel,qdo não é compativel a criança pode nascer com problemas,como a Sophia,porisso eu agradeço a Deus todos os dias pro ter levado a minha princesa,pois sou nova e meu marido tb,para cuidar de uma criança que precisa de vários cuidados,lá ela no céu ela não sofre nada e esta bem com Deus,melhor do que nós...pois ela é um anjo,não é igual a muitas pessoas impocritas e mals como existe nesse mundo. Não sou nenhuma coitada para terem dó de mim,e sim previlegiada por gerar dois anjos para Deus ;D muita gente não tem essa sorte,tem gente que não gera filho,não segura filho,mais Deus faz tudo no momento certo,um dia essa pessoa será mãe,terá um filho(a) perfeito(a),só entrega nas mãos de Deus e ter fé,isso da certo.
    Sempre quis adotar,pois tenho dois casos de adoção na família uma tia e uma priminha,e agora minha bebesinha,e eu pensso daqui uns 7 anos engravidar e sei que terei meu filho(a) biológico perfeito e saúdavel,Deus usou o pastor da igreja para me dizer que não é para mim desistir dessa batalha,pq a vitória vai chegar,eu creio tenho fé. Muita gente que eu não conheço escreve comentário sem ao menos ler e parar para penssar,nada acontece por acaso e nada para o nosso mal,entenderemos mais a frente,penssem antes de escrever absurdos ok? não é que cada um tem sua cruz isso não é cruz nenhuma querida,é mais uma aporvação,cruz só si for os seus problemas qridinha,pq os meus sei que não são ok? bom é isso Nina obg pela aportunidade não estou espondo minha vida aqui para qualquer um vim falar oque quer,e sim ensinando outras pessoas que querem ser mãe que elas serão só ter fé,e só para contar mesmo minha história como uma aprendisagem para todos. permita escrever aqui,aliais aceita nina comentarios de pessoas que se enteressam e se comovem realmente pelo caso por favor flor ;D beijão a todos

    ResponderExcluir
  15. Amiga....

    Assim como algumas pessoas que já conhecem sua história, sabe oque vc já passou e tals, é impossível não se entregar ao choro, e lamentar oque aconteceu!!!

    Agora que tenho o pequeno Nick, sei oque é ser mãe, e não imagino o que seria se o tivesse perdido!

    Deus tem algo maravilhoso para vc e para o Willian...

    Admiro muito a força de vcs!!!

    Te amOoo amiga!

    ResponderExcluir
  16. Oi minha neguinha liiiiinda.
    Ficou liindo adorei, até chorei acreditaa :\ Mais são coisas da vida, infelizmente ao decorrer de nossas vidas certas coisas acontecem para nos dar forças a viver e devemos levar isso como um aprendizado. Veja isso como aquele texto O TREM DA VIDA.. pois em nossas vidas temos varias paradas e em cada uma alguem que amamos desce e só que nos resta é completar nosso trajeto pra que no dia que terminarmos deixarmos aos que ficam lembranças boas para que eles prossigam com muita força e fé. E nós que ja passamos por isso de perder pessoas que amamos muito devemos pensar que anjos nunca morrem, eles estao perto olhando por nós e espeerando ao nosso reencontro. A vida independente de tudo é curta nao sabemos o dia de amanhã e porisso vamos viver e fazer um futuro brilhante para aqueles que necessitam de nós. Você é minha irmã que eu amo muito e estarei contigo sempre, você sabe disso.

    TENHA FÉ EM DEUS E CONFIE NELE SEMPRE.

    ResponderExcluir
  17. OLá minha amiga, querida, como está? Nossaa que linda e triste história, Nina. Quase chorei!Fiquei muito impressionada com a força dessa menina, Ana, tão novinha e já tão forte desse jeito. Que Deus a ilumine e com certeza a hora em que chegar a menininha que está adotando, logo, logo, ela vai se engravidar.
    A sua história serve de exemplo de força, coragem para outras mães, que estão esperando o tão sonhado filho.
    Amiga, tenha um maravilhoso fim de semana com muitas alegrias. Beijokasss

    ResponderExcluir
  18. É só voces cre,ecreditar que Deus vai te exalta e então seu sonho se realizar,cre Nina e todas as mamães,Deus sabe de todas as coidas,ele não quer nosso mal,depois entenderemos o porque de tudo isso. Essa minha força vem dele,ele não me desamparou,esta cuidando de mim até hoje poque se não fosse Deus eu não estaria aqui,e muito mesnos escrevendo minha história como uma lição a todas voces um beijo ótima semana Karinna

    ResponderExcluir
  19. AI DAQUI DOIS DIAS FAZ 6 MESES QUE EU PERDI MINHA FILHINHA,A SAUDADES BATE,MAIS SÓ DEUS PARA CUIDAR E DAR FORÇAS AI AI É DIFICIL,ESSES DIAS FIQUEI MALSONA,PQ É MUITA SAUDADE ! beijos nina e obg mais uma vez pela oportunidade de dividi com todas as mulheres que postam no seu blog.

    ResponderExcluir

.A.T.E.N.Ç.Ã.O.
Por favor, vc que não tem blog, deixe seu email no comentário também.
E seu nome.
Porque eu não consigo vê e responder vcs depois.
Obrigada!
Nina