4 de junho de 2010

Será que estou grávida?



Um dia me dei conta que estava atrasada por 5 dias, isso e o Maximo no nosso caso, que queremos tanto um filho, mas só contei para o meu marido e minha prima Regiane e os dois me diziam, fica tranqüila e esperar mais tempo, tenta esquecer e se preparar para tudo.

E eu tinha certeza que estava grávida, passou 10 dias e nada, nunca atrasou tanto.
Estou grávida, tenho certeza que estou.
Ria para os cachorros na rua.

Mas também não dormia a noite toda, imaginando como dar a noticia para família.
Fazer um jantar ou contar logo de uma vez?
Espero pra montar o quartinho e contar já mostrando o cantinho do meu filho?
14 dias e nada... Era domingo e falei chamei minha prima para ir comigo fazer o teste no laboratório, queria de sangue para provar para eles que eu estava certa.

Eu sentia meu corpo mudando, até desejos eu tinha, vivia enjoada.
Claro que estava grávida.
Levantei junto com meu marido que ia trabalhar, tomei banho, me arrumei toda feliz e ia sair de casa junto com ele.

E do nada uma dor, nisso minha prima chama no portão.
E senti que desceu pra mim.
Corri pro banheiro e estava lá, mais uma vez estva enganada.

Aí que dor no meu coração e como me dói lembrar desse dia.

Me troquei e fui aos pranto prara o meu quarto.
Meu marido veio correndo tentar me acalmar, eu chorava d+ e nada me confortada.
Ele tadinho, sem saber o que fazer, o que me falar...

Ele não agüentou e abraçado comigo chorava também.



Pedi para ele pedir explicar para minha prima o que aconteceu e pedi pra ela ir embora que eu não queria ver ninguém.

Ele foi trabalhar por que não podia mesmo ficar e casa aquele dia.

Eu fiquei sozinha trancada, em casa, nem as janelas eu abri.

Telefone tocava o dia todo, minha prima tadinha querendo saber como eu estava, mas eu não tinha condições de atender.


Passei 3 dias assim, deitada chorando dia e noite, a minha prima e outras pessoas que vinham me chamar eu fingia não ouvi.
Celular tocava até cair e eu só falava com meu marido.

Minha mãe mora do lado da minha casa, perto do horário dela chegar eu desligava tudo para ela achar que não tinha ninguém, pois não queria explicar o por que daquela cara inchada.

Passei dias muito mal, só saí de casa uma semana depois.

Foi difícil d+ tudo aquilo, aquela sensação tão boa de achar que estava grávia e do nada, depois de 15 dis de atraso tudo acabar. Um balde de água fria.

Peço a Deus todos os dias, não deixa minha menstruação atrasar nem um dia.

Peço também que não permita que eu engravide e perca depois, como acontece com tanta gente.

Se quase morri só por ter decido depois de um atraso de 15 dias.

Se eu tiver a certeza que estou grávida e perder, nem sei o que pode acontecer.

2 comentários:

  1. Linda essa história em Nina!!!
    muito legal!!!!
    Pra Deus as soluções existem!
    beijos Naty!

    ResponderExcluir
  2. É Naty... A História da Mi é linda mesmo.
    Sei q é dela q vc está falando pois me disse no msn.
    Ela é uma maor e merece tudo de bom.
    Sei que pra Deus nada é impossivel...
    Acredito que minha hora está chegando.
    Bjão
    AMOOOOooo!

    ResponderExcluir

.A.T.E.N.Ç.Ã.O.
Por favor, vc que não tem blog, deixe seu email no comentário também.
E seu nome.
Porque eu não consigo vê e responder vcs depois.
Obrigada!
Nina